Notícias

Nossas Lutas

A luta contra a compensação de horas em razão dos jogos da Copa vai continuar

O próximo passo do SINDIJUFE-MT será a organização de um ato político no TRT23. Foi este o encaminhamento da assembleia geral extraordinária realizada pelo Sindicato na manhã desta sexta-feira (29), no saguão de entrada do Tribunal, em consequência à decisão do Pleno, na manhã de ontem, pelo sobrestamento do pedido, até a sessão de julgamento que apreciará o Mandado de Segurança, que versa sobre a exigência de compensação de horas não trabalhadas, por ato unilateral da Administração, em razão dos jogos da copa. Na assembleia também foi discutida a retirada de quintos dos servidores do TRT23.

 

Cada movimento e cada ação do SINDIJUFE-MT, referente à exigência de compensação de horas devido à mudança no expediente determinada pela Administração, está acontecendo mediante a consulta prévia à Categoria, como aconteceu através da convocação da assembleia de hoje. Primeiramente, a Assessoria Jurídica protocolizou um Requerimento Administrativo, o qual foi negado. Em seguida, impetrou um Mandado de Segurança, cuja liminar foi indeferida e consequentemente interpôs um Agravo Regimental em face dessa decisão. Houve uma sequência de atos praticados pela Assessoria Jurídica, não se podendo falar em simultaneidade.

 

Assim também será o encaminhamento do Ato aprovado nesta manhã. Tendo em vista que o julgamento do Mandado de Segurança impetrado pelo Sindicato só deverá ocorrer em agosto, em virtude das férias da Desembargadora Relatora, Maria Beatriz Theodoro Gomes.

 

Luiz Perlato/SINDIJUFE-MT

29 06 2018

 

Veja ainda

  • REFORMA DO ESTATUTO/SINDIJUFE-MT retoma votação no TRE. Veja como foi a votação na JF

  • Encontros da Fenajufe apontam a necessidade de união da Categoria para enfrentamento dos ataques a direitos

  • Servidores federais cobram negociação e resposta à pauta no Planejamento

  • Rumo a uma economia sem trabalhadores?