Notícias

Notícias

Categoria pede suspensão da compensação de horas durante jogos da Copa até apreciação do Pleno do TRT

TRT23 POR ATO UNILATERAL FECHA AS PORTAS EM DIAS DE JOGOS DA COPA E EXIGE A COMPENSAÇÃO DE HORAS DE SEUS SERVIDORES. OS SERVIDORES DA JUSTIÇA DO TRABALHO QUEREM O FUNCIONAMENTO NORMAL DO TRIBUNAL OU AO MENOS QUE A ADMINISTRAÇÃO ASSUMA AS CONSEQUÊNCIAS DE SEU PRÓPRIO ATO. O INSTITUTO DA COMPENSAÇÃO NÃO ESTARIA SENDO DESNATURADO? O BANCO DE HORAS DOS SERVIDORES NÃO DEVE SER UTILIZADO A BEL PRAZER DA ADMINISTRAÇÃO.

 

Em reunião com o Desembargador Roberto Benatar na manhã de ontem (04/06), a comissão mista formada por Diretores do SINDIJUFE-MT e Servidores do TRT23 formulou um pedido de reconsideração com efeito suspensivo da exigência de compensação das horas estabelecida pelo Tribunal por meio da Portaria Conjunta TRT Correg GP nº 003/2018, referente à mudança do expediente da Justiça do Trabalho de Mato Grosso durante os jogos da Copa do Mundo.

 

A decisão quanto ao pedido formulado pelo Jurídico do SINDIJUFE-MT foi tomada na semana passada pela Categoria, em Assembleia realizada no TRT23. Foi instituída uma Comissão Mista e foi solicitada uma reunião com a Presidente do TRT23. O Desembargador Benatar, na manhã de ontem, recebeu a comissão mista, bem como Diretores do Sindicato, haja vista estar respondendo pela Presidência do Tribunal, para discutir a decisão unilateral do TRT23 que causou tanta polêmica.

 

Bem recebidos pelo Desembargador e seus assessores, os membros da comissão mista solicitaram o efeito suspensivo até que a matéria seja apreciada pelo Pleno do Tribunal, em sua próxima sessão, no dia 28 de junho. O pedido foi feito mediante a apresentação de um abaixo-assinado com aproximadamente 250 assinaturas de Servidores da Capital, além de uma enquete feita no site do Sindicato pela não compensação de horas ou, em alternativa, pela manutenção do expediente normal.

 

"Entendemos que, se não foi dado aos Servidores o direito de trabalhar, não se pode falar em compensação, e lembramos que foi o Tribunal, e não os Servidores, quem decidiu alterar e até suspender o expediente em determinados dias dos jogos da Copa", pontuaram os representantes da Categoria. O Desembargador Benatar respondeu que iria entrar em contato com a presidente do Tribunal para analisar a reivindicação proposta.

 

 

Luiz Perlato - SINDIJUFE-MT

 

05 06 2018

Veja ainda

  • noticia 14

  • noticia 1

  • noticia 1

  • noticia 1