Notícias

Nossas Lutas

Servidor pode ter que pagar a conta do auxílio emergencial

A extensão do auxílio emergencial, que vem sendo pedida ao governo federal, será viabilizada com a aprovação de uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC). Mas a estratégia da equipe econômica da União tem sido condicioná-la à aprovação da possibilidade de redução de salário e jornada de servidores públicos em períodos de crise financeira, em até 25%. 

Para Carlos Henrique Jund, do Jund Advogados Associados, a PEC Emergencial não pode ser aprovada integralmente. “Esse dispositivo afronta o princípio da irredutibilidade de vencimentos. Além disso, teríamos uma total incompatibilidade prática de imposição da norma em determinadas categorias, onde a jornada de trabalho é...

 

Leia a íntegra em Servidor pode ter que pagar a conta do auxílio emergencial 

Jornal Extra

Veja ainda

  • Três Maracanãs lotados: o que significam 250 mil mortes por covid-19 no brasil

  • Pantanal começa a se recuperar, mas estragos são "inestimáveis", dizem ambientalistas

  • Senado aprova PL que autoriza compras de vacinas pelo setor privado

  • É preciso reinventar a PEC Emergencial e a Reforma Administrativa