Notícias

Greves

Servidores públicos, aposentados e pensionistas protestam nesta terça pelo fim do confisco

A manifestação começará em frente a Ciretran de VG e seguirá até o Centro Político

Por: Redação Muvuca Popular
redacaomuvuca@gmail.com

 

Na manhã desta terça-feira (22) uma carreata pelo fim do confisco contido nas aposentadorias e pensões será realizada na baixada cuiabana. O ato que contará com a participação de aposentados, pensionistas e demais servidores públicos, incluindo os que estão contidos no Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso (Sintep-MT), busca a aprovação da PLC 36/2020, que na última semana foi taxada pelo governador Mauro Mendes (DEM) de uma “presepada”, esta que foi ‘causada’ pelos deputados da Assembleia Legislativa (AL).

Em entrevista a reportagem de Muvuca Popular, Valdeir Pereira, presidente do Sintep, pontuou que o ato assim como os outros já realizado pela categoria, busca um resultado positivo daquilo que está sendo percorrido tanto pelos membros da educação como outros que estão sendo prejudicados.

“Queremos que o governo sancione o projeto de Lei Complementar 36 que foi aprovado na Assembleia Legislativa”, destacou Valdeir.

Conforme já divulgado anteriormente, o principal ponto descrito no projeto em que se busca a aceitação do chefe da Casa Civil, diz respeito a suspensão do Confisco, que vem sendo feito nos salários de todos o que fazem parte dos grupos citados.

A PLC de autoria do deputado Lúdio Cabral (PT) retira a cobrança de 14% do salário dos que recebem um valor máximo de até R$ 6.100. O Sintep pede que o valor descontado hoje em Mato Grosso esteja em conformidade pelo mesmo acordado nacionalmente pelo INSS. Caso a sanção seja aprovada por Mendes, beneficiará servidores aposentados e pensionistas.

O valor que hoje é retirado do pagamento desta categoria foi aprovado no mês de junho deste ano, com a nova reforma. Desde então há uma grande luta por parte dos que mais são prejudicados para reverter este quadro.

O protesto está marcado para começar a partir das 8h e deverá sair da Ciretran de Várzea Grande e seguirá em carreta até o Centro Político Administrativo (CPA) na Capital, onde fica o Palácio Paiaguás.

Valdeir citou ainda que espera que o governador que em uma de suas manifestações, “descredenciou” a AL aprove a PLC. Caso contrário, é esperado por eles que os deputados derrubem o veto que pode ser proposto pelo Democrata.

Muvuca Popular

Veja ainda

  • Técnicos Judiciários e os prejuízos oriundos da retirada da sobreposição

  • SINDIJUFE-MT discute sobre Covid-19 e anuncia providências em defesa da Categoria em Mato Grosso

  • 13 - EDITAL DE CONVOCAÇÃO PARA ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA E VIRTUAL

  • Centrais sindicais listam vacinação e auxílio emergencial como pautas prioritárias para 2021