Notícias

Notícias

Sindicato põe servidores em estado de alerta e mobilização permanente contra ataques aos direitos dos trabalhadores

Os trabalhadores que se preparem, porque logo após o período eleitoral eles deverão sofrer novos ataques do governo e do congresso nacional. O alerta é da presidente do SINDIJUFE-MT, Jamila Abrão, com base nas avaliações do Fórum das Entidades Nacionais dos Servidores Públicos Federais (Fonasefe) e Fórum Nacional Permanente de Carreiras Típicas de Estado (FONACATE),  ao final daquele seminário nacional ocorrido com a participação dela em Brasília, de 30 de agosto a 1 de setembro.

 

Se a previsão se confirmar, estamos bem próximos deste novo período de lutas, e para Jamila é necessário promover a unidade de ação a fim de traçar estratégias eficientes de enfrentamento na defesa dos servidores e da melhoria de qualidade dos serviços públicos para a população, objetivo este que norteou a realização do seminário em Brasília.

 

Para Jamila, independente do novo Presidente, a classe trabalhadora continuará sofrendo ataques e para isso toda a categoria de servidores públicos deverá permanecer unida na defesa de seus direitos, pois o momento é de arrocho total no serviço público. “Não se iludam!”, diz ela.

 

O evento de agosto/setembro, do FONASEFE e do FONACATE teve cerca de 200 (duzentas) pessoas, representantes de entidades sindicais dos 24 (vinte e quatro) Estados da Federação, contando com diversos painéis de debate, que ficaram a cargo das entidades IPEA, UNB, UNACON Sindical, DIEESE, Auditoria Cidadã da Dívida, ANFIP, AFIPEA, DIAP, FONASEFE, FONACATE, FENAJUFE, CUT, CSP-CONLUTAS, CTB e PÚBLICA. O tema do evento foi  "O Serviço Público que Queremos", e entre os objetivos estabelecidos estava o de promover e ampliar o debate entre as entidades sindicais no Serviço Público Municipal, Estadual e Federal para as transformações no mundo do trabalho.

 

Resgatando as deliberações das entidades organizadas durante aquele seminário nacional, Jamila destaca que um dos encaminhamentos foi a preparação para o enfrentamento dentro do Congresso Nacional e nas ruas com indicativo de uma nova reunião ampliada para definir um calendário de lutas pós eleição. E diante desse cenário, consideraram também salutar apresentar para as direções das centrais sindicais a proposta de construção de uma nova greve geral no país para defender direitos sociais e liberdades democráticas da classe trabalhadora.

 

As entidades defenderam, em síntese, a imediata unificação de ações entre as entidades de classe representantes dos interesses tanto dos servidores públicos (federais, estaduais e municipais), quanto dos trabalhadores dos diversos setores da economia privada, como única saída capaz de frear o programa de retrocessos, retirada de direitos dos trabalhadores e desmonte do Estado. "O Funcionalismo Público que queremos é aquele que valorize os servidores e ofereça políticas públicas gratuita e de qualidade para toda a população", definiram.

 

Os encaminhamentos aprovados ao final daquele encontro em Brasília têm 2 mobilizações para o mês de outubro e novembro:

 

17 de outubro – Dia Nacional de Combate ao Assédio Moral e Sexual no serviço público.

24 de outubro – Dia Nacional de lutas nos estados em defesa do Serviço Público com manifestações, mobilização e paralisações de acordo com a especificidade de cada categoria.

22 de novembro – Dia Nacional de Combate ao Racismo no serviço público.

 

Além disso, Jamila ressaltou a orientação para que sejam reproduzidos Seminários Estaduais tendo como referência o Seminário Nacional “O Serviço Público que Queremos”, para intensificar a articulação das entidades sindicais do funcionalismo pressionando e organizando a luta institucional e a mobilização nas ruas em defesa de nossos direitos.

 

FONASEFE

 

O Fórum das Entidades Nacionais dos Servidores Públicos Federais é composto pelas seguintes entidades: ANDES-SN – ANFFA-Sindical – ASFOC-SN – ASMETRO-SN – ASSIBGE-SN CGTB – CNTSS – CONDSEF – CSPB – CSP/CONLUTAS – C.T.B – CUT – FASUBRA FENAJUFE – FENAPRF – FENASPS – INTERSINDICAL – PROIFES – SINAIT-SINAL SINASEFE – SINDIFISCO-Nacional – SINDIRECEITA – SINTBACEN – UNACONSindical.

 

FONACATE

 

Fonacate – O Fórum Nacional permanente de Carreiras Típicas de Estado é composto pelas seguintes entidades: AACE, ADB, ADPF, AFIPEA SINDICAL, ANADEF, anadep, ANAFE, ANAPE, ANER, ANESP, ANFFA SINDICAL, ANFIP, ANPM, AOFI, APCF, ASSECOR, AUDITAR, CONAMP, FEBRAFITE, FENAFIM, FENAFISCO, SINAIT, SINAL, SINDCVM, SINDIFISCO NACIONAL, SINDILEGIS, SINDPFA, SINDSUSEP, SINPROFAZ, UNACON SINDICAL UNAFISCO NACIONAL.


 

Luiz Perlato/SINDIJUFE-MT

10 10 2018



 

Veja ainda

  • REFORMA DO ESTATUTO/SINDIJUFE-MT retoma votação no TRE. Veja como foi a votação na JF

  • Encontros da Fenajufe apontam a necessidade de união da Categoria para enfrentamento dos ataques a direitos

  • Servidores federais cobram negociação e resposta à pauta no Planejamento

  • Rumo a uma economia sem trabalhadores?