Notícias

Notícias

SINDIJUFE-MT insiste nas ações para que o feriado da Consciência Negra seja adotado pela Justiça Federal

Tendo em vista que dia 20 de novembro é o Dia Nacional da Consciência Negra, necessária se faz uma reflexão sobre a nossa realidade nos dias atuais.

 

É preciso lembrar que a herança maldita do racismo ainda prevalece no Brasil, e Mato Grosso tem um exemplo claro deste fato.

 

Todos os anos neste dia é feriado no Brasil, é feriado em Mato Grosso e também é feriado municipal. Mas a Justiça Federal de Mato Grosso funcionará normalmente, indiferente às lutas da resistência contra a escravidão.

 

Desde 2012 o Sindicato luta pelo reconhecimento do feriado, mas o julgamento da matéria não aconteceu nem mesmo após a conversa que a Presidente do SINDIJUFE-MT, Jamila Abrão teve com o Diretor-Geral do TRF1, Carlos Frederico Maia Bezerra, durante uma reunião em julho de 2017.

 

Significa dizer os nossos processos estão engavetados, e esquecidos na gaveta também estão os esforços e as tentativas de se mostrar que o País mudou.

 

Precisamos de política de inclusão, mas infelizmente nosso País ainda padece da falta de investimentos na educação, saúde e, de uma forma geral, no seu povo.

 

É por isso que o SINDIJUFE-MT busca o reconhecimento do feriado de 20 de novembro, como passo fundamental no reconhecimento da igualdade da raça humana.

 

O SINDIJUFE-MT tem duas ações neste sentido, e até agora nenhuma delas foi apreciada pelo TRF1, mas continuamos a defender que o Foro da Justiça Federal de Mato Grosso tenha autonomia para acatar o aludido feriado.

 

Seria uma justa atitude. Nos últimos anos os movimentos sociais têm tentado resgatar fatos sobre a influência negra na formação do Brasil.

 

Há muitos fatos que comprovam a influência negra na formação do Brasil, e mais ainda na colonização de Mato Grosso.  

 

É por isso que o Sindicato seguirá lutando para que o feriado da Consciência Negra seja respeitado e acatado pela Justiça Federal.

 

O desrespeito ao feriado da Consciência Negra fere os princípios da nossa Constituição Cidadã!

 

Luiz Perlato/SINDIJUFE-MT

06 11 2018


 

Veja ainda

  • REFORMA DO ESTATUTO/SINDIJUFE-MT retoma votação no TRE. Veja como foi a votação na JF

  • Encontros da Fenajufe apontam a necessidade de união da Categoria para enfrentamento dos ataques a direitos

  • Servidores federais cobram negociação e resposta à pauta no Planejamento

  • Rumo a uma economia sem trabalhadores?